4 de fev de 2008

Persépolis (Persepolis, 2007)

Drama de Animação francesa, Persépolis é uma autobiografia da própria autora e diretora Marjane Satrapi. Marjane é uma Iraniana comunista nascida no Teerã nos anos 70. Ela presencia vários acontecimentos históricos como a entrada na nova República Islâmica, onde ela precisa usar véu entre outras limitações. Preocupados com a revolta da jovem, seus pais decidem mandá-la para a Áustria aos 14 anos. É lá onde ela passa por problemas adolescentes como crises existenciais, amorosas, de solidão, etc.

Com uma justíssima indicação em Melhor Filme Estrangeiro ao Globo de Ouro e uma, mais justa ainda, indicação em Melhor Animação ao Oscar, Persepólis é uma das melhores animações que eu já assisti. Assisti por indicação do João [ótima indicação por sinal, valeu!] e me surpreendeu muito. Aqui fica provado que não é necessária muita tecnologia para se fazer uma boa animação e que com um pouco de criatividade consegue-se ficar à altura da Pixar. Além de tudo, Persépolis ainda consegue passar informações interessantes.

De certa forma, a história de Marjane pode ser identificada por muita gente. Por "adolescentes problemáticos", por "do contras", por "revolucionários", enfim, por aqueles que se sentem à margem da sociedade. Tudo na animação é tratado em um tom cômico, um feito bem difícil em meio a uma realidade repressora como é o Islamismo. Dentre inúmeros pontos altos, destacarei a que a jovem Marjane passa por uma rua onde são vendidas "ilegalmente" fitas de Rock. Vendedores surpreendem os transeuntes cochichando "Pink Floyd!", "Iron Maiden!"...


3 comentários:

Johnny Strangelove disse...

Eu disse o que meu amigo ...
Impecavel ... já assisti uma trocentas vezes e tenho o trecho de Marjane cantando Eye Of The Tiger que é ANTOLOGICA ...

abraços

Cine Vita disse...

5 estrelas? Nossa, a ansiedade só cresce....hehehe...vou ver assim que estreiar ;)

Ciao!

Vinícius P. disse...

Puxa, estou ainda mais ansioso para ver "Persépolis" após ler sua crítica, espero que seja tão bom quanto todos estão dizendo. Você gostou tanto do filme que até mudou o banner do blo ;-) (ficou muito criativo, por sinal).

Abraço!