28 de fev de 2008

Lista de Vencedores - Oscar 2008

Voltando de férias, aí vai a lista dos vencedores da 80ª edição do Oscar. Sem muitas surpresas, nem vou me aprofundar tanto, pois aposto que já foi falado muito a respeito disso por essa semana. Até semana que vem o blog volta à sua normalidade. Por enquanto, a lista:

Melhor Filme
"Onde Os Fracos Não Têm Vez"

Melhor Diretor
Ethan Coen e Joel Coen ("Onde Os Fracos Não Têm Vez")

Melhor Ator
Daniel Day-Lewis ("Sangue Negro")

Melhor Roteiro Original
"Juno" (Diablo Cody)

Melhor Documentário
"Taxi to the Dark Side"

Melhor Documentário de Curta-Metragem
"Freeheld"

Melhor Trilha Original
"Desejo e Reparação" (Dario Marianelli)

Melhor Fotografia
"Sangue Negro" (Robert Elswit)

Melhor Filme Estrangeiro
"Os Falsários" - "Die Fälscher" (Áustria)

Melhor Montagem
"O Ultimato Bourne" (Christopher Rouse)

Melhor Atriz
Marion Cotillard ("Piaf - Um Hino ao Amor")

Melhor Mixagem de Som
"O Ultimato Bourne" (Scott Millan, David Parker e Kirk Francis)

Melhor Efeitos Sonoros
"O Ultimato Bourne" (Scott Millan & David Parker e Kirk Francis)

Melhor Roteiro Adaptado
"Onde Os Fracos Não Têm Vez" (Joel Coen e Ethan Coen)

Melhor Atriz Coadjuvante
Tilda Swinton ("Conduta de Risco")

Melhor Curta de Animação
"Peter & the Wolf"

Melhor Curta Documentário
"Le Mozart des Pickpockets"

Melhor Ator Coadjuvante
Javier Bardem ("Onde Os Fracos Não Têm Vez")

Melhor Direção de Arte
"Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet" (Dante Ferretti)

Melhores Efeitos Visuais
"A Bússola de Ouro" (Michael L. Fink, Susan MacLeod, Bill Westenhofer e Ben Morri)

Melhor Maquiagem
"Piaf - Um Hino ao Amor" (Didier Lavergne e Loulia Sheppard)

Melhor Animação
"Ratatouille"

Melhor Figurino
"Elizabeth: A Era de Ouro" (Alexandra Byrne)

6 de fev de 2008

Desejo e Reparação (Atonement, 2007)

Mais uma vez a atriz Keira Knightley (Piratas do Caribe) e o diretor Joe Wright (Orgulho e Preconceito) trabalham juntos. Em Desejo e Reparação, adaptação da obra de Ian McEwan, a personagem da Knightley, Cecilia, tem um romance com o jovem Robbie (James McAvoy). Briony, irmã de Cecilia, interpreta mal esse romance e acusa Robbie de ser um maníaco sexual, o que faz com que o jovem seja levado para a prisão e logo após enviado para a guerra. A protagonista Briony é interpretada por 3 atrizes: Saoirsie Ronan (Nunca É Tarde para Amar) quando menina, Romola Garai (Scoop - O Grande Furo) quando jovem e Vanessa Redgrave (Correndo Com Tesouras) quando idosa.

Os pontos negativos de Desejo e Reparação são quase nulos quando comparados aos positivos. Começando pela direção. O primeiro trabalho de Joe Wright, Orgulho e Preconceito, já mostrava que o diretor tinha porte para filmes à altura do Oscar, o que se confirma aqui com Desejo e Reparação. Quanto à Knightley, esse com certeza foi o seu melhor trabalho, mostrando assim, que ela não é mais apenas uma pirata, passando a ser uma ótima atriz dramática. O trio intérprete de Briony não poderia ser melhor. A pequena Saorsie Ronan rouba a cena no início do filme, assim como Romola Garai nas cenas hospitalares e Vanessa Redgrave em sua breve aparição no final do longa.

Algumas cenas meia-boca e o roteiro um pouco corrido são os únicos pontos negativos que valem a pena serem citados, mas nada que comprometa muito o filme. 7 indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro não me deixam mentir. A única coisa lamentável é a ausência do Joe Wright entre os indicados a Melhor Diretor também no Oscar. O destaque maior vai para a trilha sonora. Dario Marianelli faz um ótimo trabalho mais uma vez ao lado de Wright, transformando tecles de uma máquina de datilografia em uma trilha original que cai como uma luva nas cenas que se passam.


4 de fev de 2008

Persépolis (Persepolis, 2007)

Drama de Animação francesa, Persépolis é uma autobiografia da própria autora e diretora Marjane Satrapi. Marjane é uma Iraniana comunista nascida no Teerã nos anos 70. Ela presencia vários acontecimentos históricos como a entrada na nova República Islâmica, onde ela precisa usar véu entre outras limitações. Preocupados com a revolta da jovem, seus pais decidem mandá-la para a Áustria aos 14 anos. É lá onde ela passa por problemas adolescentes como crises existenciais, amorosas, de solidão, etc.

Com uma justíssima indicação em Melhor Filme Estrangeiro ao Globo de Ouro e uma, mais justa ainda, indicação em Melhor Animação ao Oscar, Persepólis é uma das melhores animações que eu já assisti. Assisti por indicação do João [ótima indicação por sinal, valeu!] e me surpreendeu muito. Aqui fica provado que não é necessária muita tecnologia para se fazer uma boa animação e que com um pouco de criatividade consegue-se ficar à altura da Pixar. Além de tudo, Persépolis ainda consegue passar informações interessantes.

De certa forma, a história de Marjane pode ser identificada por muita gente. Por "adolescentes problemáticos", por "do contras", por "revolucionários", enfim, por aqueles que se sentem à margem da sociedade. Tudo na animação é tratado em um tom cômico, um feito bem difícil em meio a uma realidade repressora como é o Islamismo. Dentre inúmeros pontos altos, destacarei a que a jovem Marjane passa por uma rua onde são vendidas "ilegalmente" fitas de Rock. Vendedores surpreendem os transeuntes cochichando "Pink Floyd!", "Iron Maiden!"...


2 de fev de 2008

Sunshine - Alerta Solar (Sunshine, 2007)

Sob direção de Danny Boyle (Extermínio), Sunshine- Alerta Solar se passa em um futuro não muito distante, onde o Sol corre risco de acabar, levando ao fim da humanidade. Para resolver esse problema uma nave, a Icarus I, é enviada para pôr um explosivo enorme no Sol, mas fracassa. Sete anos após, uma nova tripulação é enviada em outra nave, a Icarus II, que no meio do caminho encontra a primeira nave, o que divide a tripulação quanto aos objetivos prioritários. Com Cillian Murphy (Ventos da Liberdade), Chris Evans (Quarteto Fantástico) e Michele Yeoh (Memórias de Uma Gueixa).

Quando eu vi o nome do Chris Evans no elenco já vi que coisa boa não seria. E não errei. O filme até empolga no desenvolvimento da trama, mas tudo é destruído quando se aproxima do final. Efeitos meia-boca, atuações meia-boca, até o Cillian Murphy, que fez um ótimo trabalho no recente Ventos da Liberdade, está meia-boca. Sunshine - Alerta Solar decepciona os fãs de cinema tanto quanto decepciona os fãs de Sci-Fi.

O filme ainda causa um efeito "claustrofóbico", por toda a trama se passar unica e exclusivamente dentro da bendita Icarus II. No máximo, são mostrados uns flashbacks da nave anterior, mas nada de muito significativo. Isso sem falar no estilo "filme teen de terror", onde cada um vai morrendo como se fosse uma eliminação do Big Brother, até restar o mínimo. Houveram sim, coisas boas em Sunshine - Alerta Solar, entre elas eu destacaria a atuação do Chris Evans, que não é lá essas coisas, mas é bem superior a seus outros trabalhos.