27 de abr de 2007

Férias com Transformers

Pra inaugurar a nova cara do Cineastro, vamos voltar 20 anos atrás...
Isso mesmo...
Porque há 20 anos se tornava febre a história de veículos diversos que se transformavam em robôs para salvar a humanidade...
Esses heróis são os Transformers...

Criados pela Hasbro, os brinquedos fizeram muito sucesso e, rapidamente, viraram revista em quadrinhos e desenho animado...
Muito aguardado por quem tem cerca de 25 anos, os Transformers finalmente estreiarão nos cinemas brasileiros no dia 20/07 desse ano...
A história do longa deve ser centrada na guerra entre os dois grupos de robôs...
O liderado por Optimus Prime acredita na paz e na tolerância...
Já o do maligno Megatron quer exterminar a vida biológica, ou seja: nós, os humanos...
Imagine que audácia!!!
Entre o elenco teremos: John Voight (Pearl Harbor), Megan Foxx (Confissões de uma Adolescente em Crise), Josh Duhamel (Turistas), entre outros...
O filme será dirigido por Michael Bay (A Ilha)...
Bom, pra quem esperou 20 anos por esse dia não vai ser tão difícil esperar mais 2 meses...

Clique aqui para ver o trailer legendado

Pra quem é fã dos Transformers o Cineastro está inaugurando a seção "Bônus" (acima das postagens) com alguns vídeo com cenas do desenho, além de dois wallpapers que estão logo aí embaixo...
Só pra não dizer que a gente é ruim...
Porém...
Os wallpapers vão ficar aí pra sempre, mas os vídeos vão ser retirados em breve...
Se eu fosse você assistiria logo...
Aqueça-se para o filme e relembre os velhos tempos...
Até a próxima...


Clique para ampliar


25 de abr de 2007

Mais um filme americano na lista de Rodrigo Santoro

O nosso Rei Xerxes, Rodrigo Santoro, irá aumentar sua lista de filmes internacionais...

Depois de filmes como Simplesmente Amor, As Panteras Detonando e o glorioso 300, o ator brasileiro segue sua carreira internacional com o filme Black Oasis...
O filme terá na direção Stephan Elliot, que já dirigiu filmes como Priscilla e A Rainha do Deserto...
Quem também está confirmada no elenco é a atriz Rose McGowan (Dália Negra), ela interpretará a atriz de filmes B. Susan Cabot, assassinada por seu irmão em 1986...
A presença de Santoro no filme já está confirmada e as gravações começam ainda esse ano...
O ator não está deixando a desejar em seus papéis, então vale a pena ficar na espectativa...

18 de abr de 2007

Duas grandes estréias acontecerão em Maio

Bom, creio que todo mundo deve saber das duas estréias mais importantes do mês que vem...

Talvez até seja, para muitos, as duas maiores estréias do ano aqui no Brasil!!!
E por que não no mundo, já que serão estréias mundias???
Sem mais enrolação o Cineastro vai te mostrar um pouco mais sobre essas grandes estréias (que já não deve ser surpresa, já que estão sendo muito bem divulgadas):

A primeira estréia é Homem-aranha 3...
Nessa nova aventura do aracnídeo mais famoso das telonas, surgirá, além de novos vilões, uma mulher que ajudará a atrapalhar a vida do nosso herói: Gwen Stacy, sua mais nova fã...
Essa jovem é filha do novo chefe de polícia da cidade e seu fanatismo pelo Homem-aranha tornará Peter auto-confiante demais, fazendo com que ele não cumpra com suas tarefas da maneira que eram cumpridas antes. Além disso, um fugitivo da polícia sofre um acidente numa praia remota, onde ganha poderes especiais, se tornando o Homem-areia, mais um inimigo do Homem-aranha...
Eu disse "mais um inimigo", pois seu amigo Harry Osborne, que descobriu sua identidade secreta no último filme, chega com sede de vingança, usando uma variação do uniforme do Duende Verde, ou seja, mais dor-de-cabeça para Peter...
E não pára por aí...
Uma substância negra se funde ao uniforme do Homem-aranha, lhe dando novas habilidades...
Porém, quando essa substância se desprende do corpo de Peter, se une a Eddie Brock, sujeito contratado pelo chefe de Peter (Jameson) para investigar o segredo pelo qual Mary Jane trocou seu filho por Peter Parker, transformando-o em Venom, o maior inimigo do Homem-aranha...
Toda essa ação e emoção você poderá assistir nas telonas de todo o mundo a partir do próximo dia 4...
Homem-aranha 3 soa como uma despedida para os atores que interpretam o casal principal (Tobey Maguire e Kirsten Dunst) e o diretor do filme (Sam Raimi), já que, talvez, nenhum dos três estará no quarto filme, que já está sendo planejado pela Sony, não sendo um obstáculo essa mudança de direção e de elenco...
Ah, John Dycstra, vencedor do Oscar de Efeitos Especiais pelo segundo filme dessa franquia também não estará presente na produção do quarto filme...
Antes de ver no que vai dar essas mudanças, vamos primeiro pensar na estréia do dia 04/05...
Pra aquecer, clique aqui para ver o trailer...

Clique para ampliar

Além do Homem-aranha, outro personagem que fez o maior sucesso no cinema marcará presença nas telonas de todo o mundo nesse mês de maio...
Vamos conferir quem é:

Piratas do Caribe - No Fim do Mundo, rodado simultaneamente com o segundo filme da franquia, traz de volta o figura capitão Jack Sparrow e companhia aos cinemas de todo o planeta...
nesse terceiro filme, o lorde Cutler Beckett, da Companhia das Índias Orientais, assumiu o controle do apavorante barco fantasma Holandês Voador e agora vaga pelos sete mares matando piratas sem misericórdia, sob o comando do almirante Norrington...
Will Turner, sua noiva Elizabeth Swann e o capitão Barbossa precisam reunir os Nove Lordes da Corte da Irmandade para tentar derrotar o lorde Beckett...
Mas falta um dos lordes, que é nada mais nada menos que o capitão Jack Sparrow, que pra piorar está preso ao baú de Davy Jones...
Nossos heróis precisam rumar para a perigosa e exótica Cingapura e enfrentar um pirata chinês, o capitão Sao Feng (Chow Yun-Fat), para conseguir os mapas que os conduzirão aos confins do mundo...
Assim poderão resgatar Jack, o Pérola Negra e lutar enfim contra o temido Holandês Voador e seus algozes...
Vamos ver no que isso vai dar a partir do dia 25/05...
Diferente de Homem-aranha 3, Piratas do Caribe - No Fim do Mundo parece ser a despedida do Capitão Jack Sparrow e do casal Will Turner e Elizabeth Swann das telonas...
Porém, Johnny Depp declarou que "se pudesse, continuaria com Jack Sparrow por mais três filmes"...
Agora, adivinha em que dia o ator decidiu dar essa declaração???
Acertou quem disse 1° de Abril...
Será apenas mais uma pegadinha para tristeza dos fãs???
A dúvida fica no ar...
mas a Disney parece ter acreditado no ator e até se animou com a idéia...
Bom, só nos resta esperar...
Despedida ou não, Piratas do Caribe - No Fim do Mundo já é um sucesso mundial e vale a pena assistir...
E só pra deixar com água na boca, clique aqui e assista ao trailer...

Clique para ampliar

Agora é só esperar esse longo mês de Abril acabar...
Mas isso não impede de apreciarmos os outros filmes que estão passando hoje nas telonas...
Bom filme...

13 de abr de 2007

Gisele Bündchen em Anjos e Demônios?

Depois de interpretar a assaltante de bancos Vanessa em Táxi, em 2004, e a executiva de moda Serena em O Diabo Veste Prada, em 2006, a modelo poderá trabalhar novamente como atriz...

Gisele Bündchen pode ganhar uma personagem em Anjos e Demônios, adaptação para o cinema do livro homônimo de Dan Brown...
O filme traz de volta o personagem Robert Langdon, interpretado por Tom Hanks em O Código Da Vinci, com a adaptação do livro sendo de responsabilidade do roteirista Akiva Goldsman..
Além de Bündchen, Hanks também está cotado para atuar no novo filme...
Entretanto a Sony Pictures, produtora do filme, ainda não se pronunciou sobre a presença ou não de ambos no elenco...
Vamos esperar por mais notícias então...

11 de abr de 2007

As 5 cenas mais famosas do cinema

Fuçando pela internet em busca de algo interessante, achei essa lista no site Cinema com Rapadura...
Produzida por Rodrigo Cunha, essa lista mostra "as 5 cenas mais famosas do cinema"...
Como o próprio autor firzou bem, essa lista mostra as mais "famosas" e não as mais bem feitas...
Vamos à ela:

5. PSICOSE (Psycho - 1960)

Mesmo com mais de 40 anos do seu lançamento, quem não conhece a famosa cena do chuveiro em Psicose? Algumas pessoas podem nem conhecer o filme, diretor ou elenco, mas a musiquinha, acompanhada de cortes sincronizados na imagem garantem o quinto lugar neste concorrido top. O diretor é Alfred Hitchcock, um dos grandes gênios, que também realizou obras como “Um Corpo que Cai” e “Intriga Internacional”. A cena já foi plagiada, refeita e satirizada, em bem humoradas referências de filmes como “Procurando Nemo” ou a trágica refilmagem feita por Gus Van Sant.

4. E.T. – O EXTRA-TERRESTRE (E.T., The Extra-Terrestrial - 1982)

Um dos melhores filmes família de todos os tempos tem sua perfeita assinatura. É quase impossível que uma pessoa entre 20 e 25 anos não conheça a famosa cena em que a bicicleta do jovem Elliott atravessa com sua silhueta à frente de uma bela e redonda lua azulada, tudo temperado com uma das mais inspiradas composições de John Williams. Steven Spielberg marca a infância de milhares de pessoas e, mais de vinte anos depois, a recordação ainda está marcada no coração de todos.

3. MATRIX (The Matrix - 1999)

Mesmo sendo atualíssimo, “Matrix” já conseguiu estabelecer uma invejável legião de fãs. Seus efeitos especiais causaram um enorme rebuliço na época, principalmente por vencer o Oscar na categoria, batendo o favorito “Star Wars Episódio I – A Ameaça Fantasma”. O fato é que o tempo passou, e ninguém se lembra de “Star Wars” por causa de seus efeitos, ao contrário de “Matrix”, que até hoje o efeito bullet time é ligado à ele. Porém, este efeito foi usado em demasia, pois praticamente todas as produções estão querendo mostrar que sabem fazer o mesmo. Só que ter a imaginação que os irmãos Wachowski tiveram, ninguém teve, e é justamente esse o diferencial. Ah, só para não restarem dúvidas, o bullet time é aquele efeito em câmera lenta, onde a câmera gira em torno de algo ou alguém – no caso de “Matrix”, em volta de Neo, enquanto o agente atira nele.

2. CANTANDO NA CHUVA (Singin’ in the Rain - 1952)

Uma das cenas mais imortais de todos os tempos é também o melhor número musical já feito. A seqüência em que Gene Kelly corre, dança, sapateia na chuva não é apenas uma das mais conhecidas, mas é do tipo que, quanto mais se assiste, mais se gosta e se tem vontade de ver novamente. Simplesmente um marco que sobrevive em meio à tantos efeitos especiais e carrega mais de cinqüenta anos de existência nas costas, sem nunca perder o charme ou soar envelhecida. Você com certeza a conhece, mesmo que de forma indireta, através de outros trabalhos.

1. TITANIC (Titanic - 1997)

A seqüência em que Leonardo DiCaprio e Kate Winslet se beijam na proa do Titanic é, atualmente, a seqüência mais conhecida de todo o planeta. Não há uma alma sequer que não reconheça a cena, quando ela passa em algum outro lugar ou é satirizada em algum outro filme. Volto a dizer que, apesar dela estar nessa posição, não necessariamente a acho a melhor já feita (prefiro a do “Cantando na Chuva”, por exemplo), porém, de uma faixa etária entre 10 à 70 anos, todos sabem de onde ela vem. Não sabemos se, com o tempo, a seqüência será esquecida, mas que ela se tornou uma referência do filme, vencedor de 11 Oscar, isso tornou.


Se quiser você pode conferir o post completo através do link: http://www.cinemacomrapadura.com.br/blog/

Até mais...


2 de abr de 2007

300 – O Épico dos Tempos Modernos




Pois bem leitores, começo minha jornada neste blog comentando a primeira grande estréia do ano, 300 (300, EUA 2007, de Zack Snyder baseada na HQ de Frank Miller). Me desejem sorte.

E como começar? Que tal um pouco de história? Quem são esses tais 300 que hoje estão tão famosos? São os melhores Soldados da cidade Grega de Esparta, que faziam parte da guarda pessoal do rei Leônidas. Foram eles que ficaram “famosos” na antiguidade ao desafiarem um exercito vindo de todos os cantos do mundo. Foi o seu sacrifício que motivou toda a Grécia a ir guerrear contra os Persas e consolidar sua cultura no mundo que ainda hoje tanto nos influencia.
E como toda boa tragédia Grega, fatos de superação e força de vontade não faltam no episódio dos 300, batalha travada no desfiladeiro de Termópilas. Não é daí que o filme parte, mas sim o quadrinho de Frank Miller. Baseado nesse episódio ele criou uma bela HQ, não somente pela história mas também pelos desenhos, pela arte final. Com muito sangue e imagens cruas ele passa uma nítida noção daquele embate.
Agora sim vamos falar do filme. E é da HQ de Miller que ele parte, se baseando nos desenhos, usando as imagens como storyboards e os textos como roteiro. E o resultado antes de tudo é muito belo e empolgante. Se a indústria tinha medo de apostar nessa nova ferramenta que era o Digital agora ela pode dar mais que valor. Feito com um orçamento de “apenas” $ 65 Milhões de dólares (em aspas porque essa quantia é quase irrisória para se fazer um épico mas para nós mortais...), 300 é uma ballet de belas imagens, de slows e fasts motions mais do que bem coreografados.
Tudo começou com o fraco “Capitão Sky e o Mundo de Amanhã”. Valeu mais pelo esforço de se fazer tudo em digital do que pelo filme. Ai depois veio “Sin City” que saiu-se mais do que bem no digital. Tudo muito bem feito e fiel aos quadrinhos que por acaso também é de Miller. Mas “Sin City” carece de cor, carece de saturação de imagens. 300 tem tudo isso e muito mais.
É tudo muito bem detalhado, tudo muito bem editado, tudo muito bem planejado. Da escolha dos atores a granulação da fotografia. E vamos falar logo dos atores. Gerad Buttler se encaixou muito bem como Leônidas. Faz uma cara de mal como só ele sabe. Em uma cena chega a ser assustador notar a sua mudança de expressão facial. Sair do “estou te explicando porque você não vai nos dominar” ao “eu vou te matar agora filha da p*-#” em questão de milésimos de segundos comprova isso.
Aos 300 restam apenas alguns destaques. Alguns soldados que se sobressaem durante a projeção, Dilios faz suas narrações e dá emoção ao filme, porém algumas narrações podiam ter sido cortadas para dar mais agilidade ao filme. Rodrigo Santoro se bem como Xérxes. Faz bem seus trejeitos de “louco-megalomaníaco-dono-do-mundo-diplomata”. E quando lhe exigido mudança de postura no fim do filme faz muito bem. Uma cara de assustado e surpreso.
Mas 300 não é um filme de atores, quer dizer, é sim, mas o destaque fica mesmo pela qualidade das imagens, o que paga mesmo o ingresso é a empolgação criada durante o filme. São as lutas criadas a partir de um desenho chave da HQ. Os efeitos especiais são belíssimos. Realmente têm utilidade e não estão lá só pra encher o filme. Compensa o roteiro que não é lá uma obra-prima.
Nesse filme, imagem é mais do que tudo. Snyder sabe disso. Vindo da publicidade ele sabe que uma imagem vale por milhões de dólares. Ponto pra Warnner que foi corajosa em investir nesse projeto que com certeza não é um filme família. É um filme de adultos, apesar de ser fantasia é um filme de adultos. Sangue não falta, corpos mutilados muito menos. Nudez feminina também. O que tinha tudo pra ser um bom filme se sai como ótimo entretenimento. Mas como já disse, pelas imagens e não pelo roteiro.

Todo ser humano carece de histórias de superação e força de vontade, histórias de sacrifícios que nos inspirem no dia-a-dia. Mesmo Esparta não sendo nenhuma flor que se cheire e o filme ter omitido diversos fatos históricos e reais sobre a cidade, tais como escravidão, o filme monta uma boa história de sacrifício em nome da liberdade. Mas não nos cabe aqui julgar isso. Como filme essa licença poética funciona.

Chamei de épico dos tempos modernos pela roupagem e edição. Por ter saído do tradicional. E só o fato de terem tentando valeu a pena. De 0 a 10 dou 8.5!

1 de abr de 2007

Digam "Bem-Vindo" a Diogo Henrique!!!

Bom, é com muito orgulho que eu apresento a vocês o novo colaborador do Cineastro:
Diogo Henrique...
Ele é cinéfilo, assim como eu...
Adorador da sétima arte, o cara vai ajudar a complementar o site com seus conhecimentos, deixando, assim, o Cineastro muito mais interessante e com muito mais conteúdo...
O primeiro post dele deve vir por aí...
Aguardem que, com certeza, é coisa boa...
Seja bem-vindo ao Cineastro Diogo...
(Ah, apesar de ser 1° de Abril isso é verdadeiro... ^^)